Centro Educacional

SOEPAR

Habilitação em Sedação Inalatória por

Óxido Nitroso e Oxigênio

Com abordagem em Anestesia Geral
e Sedação Medicamentosa

De conformidade com o relatório – INEP – Portaria 1.180, de 06 de maio de 2004

Corpo Docente

Profa. MSc. Fabiana Ribeiro Marques | Currículo
Profa. MSc. Mariana Dalledone | Currículo
Profa. MSc. Lucienne Miranda Ulbrich | Currículo
Prof. Roberto Serra Freire | Anestesiologista

Objetivo do curso

Habilitar cirurgiões dentistas, devidamente inscritos no Conselho Regional de Odontologia, a realizar sedação consciente com a utilização de óxido nitroso, para auxiliar no controle emocional do paciente durante os procedimentos odontológicos habituais.

Público Alvo

Cirurgiões-dentistas inscritos no Conselho Regional de Odontologia.

Carga Horária

Carga horária Prática: 32 horas/aula
Carga horária Teórica: 64 horas/aula
Carga horária Total: 96 horas/aula

Periodicidade

2 módulos - Quarta a Sexta (Tarde e noite), Sábado (manhã)

Datas dos módulos

Módulo 1: 22, 23, 24 e 25 de novembro;
Módulo 2: 29 e 30 de novembro e 01 de dezembro

Início

22 de Novembro às 14h

Conteúdo Programático

1. Histórico do uso da sedação consicente (óxido nitroso com oxigênio):
- origem do uso do óxido nitroso: Joseph;
- desenvolvimento da técnica de sedação: Orace;
- evolução dos equipamentos;
2. Introdução à sedação:
- conceitos e definições;
- classificação dos métodos de sedação;
- sinais objetivos e subjetivos da sedação consciente com a mistura de oxigênio e óxido nitroso;
3. Emergências médicas na clínica odontológica e treinamento em suporte básico de vida (teórico-prático):
- aula prática com bonecos;
4. Dor e ansiedade em Odontologia:
- conceitos de dor e de ansiedade;
- fobias;
5. Anatomia e fisiologia dos sistemas nervoso central, respiratório e cardiovascular:
- estruturas anatômicas envolvidas na respiração;
- mecânica respiratória e composição dos gases respiratórios;
- estágios da depressão do sistema nervoso central;
- estudo dirigido extra-classe (3 horas) com questionário;
6. Avaliação física e psicológica do paciente:
- história médica (anamnese);
- exame físico (sinais vitais, inspeção visual, funções motoras);
- classificação do estado físico do paciente (ASA);
7. Monitoramento durante a sedação:
- monitoramento dos sinais vitais: pulso, pressão arterial, respiração;
- monitoramento, através de equipamentos (oximetria);
8. Farmacologia do óxido nitroso:
- preparação e propriedades químicas e físicas;
- solubilidade e potência;
- farmacocinética e farmacodinâmica;
- ações farmacológicas no organismo;
- contra-indicações;
- comparação com anestesia geral, quais diferenças?
- estudo dirigido extra-classe (3 horas) com questionário;
9. A técnica de sedação consciente com a mistura de oxigênio e óxido nitroso:
- visita prévia e instruções;
- preparação do equipamento;
- preparação do paciente;
- administração dos gases e monitoramento;
- liberação do paciente;
10. Equipamento de dispensa da mistura de oxigênio e óxido nitroso:
- tipos de máquinas de dispensa da mistura de oxigênio e óxido nitroso;
- componentes das máquinas de dispensa;
- cilindros de armazenagem dos gases (cilindro de óxido nitroso e cilindro de oxigênio);
- componentes para a dispensa (mangueira, tubos e conexões);
- máscaras e cânula nasal;
- equipamentos para remoção ambiental do óxido nitroso (exaustão);
- aula prática de montagem do equipamento;
11. Segurança no manuseio do equipamento e dos gases:
- vantagens e desvantagens da técnica;
- complicações da técnica;
- abuso potencial, riscos ocupacionais e efeitos alucinatórios do óxido nitroso;
- adequação do ambiente de trabalho;
12. Normas legais, bioética e recomendações relacionadas com o uso da técnica de sedação consciente com a mistura de oxigênio e óxido nitroso.
13. Prontuário para o registro dos dados da técnica de sedação consciente com a mistura de oxigênio e óxido nitroso.
- anamnese;
- autorização para menores de idade;
14. Aula Prática de Sedação entre os alunos.
15. Período de observação de sedação, por cirurgiões dentistas já habilitados, em pacientes que estão em atendimento na área de Cirurgia que a faculdade oferece atendimento.
16. Prova Teórica.
17. FeedBack da Prova teórica.

Metodologia

Aula expositiva, utilização de multimídia, aulas práticas com os aparelhos, vídeos e leitura crítica de artigos.

Sistema de avaliação

A avaliação dos alunos será feita através de avaliação teórica/clínica, e pela frequência.

Haverá também uma avaliação dos professores, da Coordenação, do atendimento administrativo e das instalações físicas, mediante questionário a ser respondido pelos alunos.

Controle de Frequência

Frequência mínima exigida: presença mínima de 75% da carga horária de cada disciplina.

Forma de controle: lista de chamada diária (COORDENADOR RESPONSÁVEL).

Livro de registro de chamada diária onde o docente anota o assunto ministrado, o tempo de duração da aula, as atividades desenvolvidas e a participação dos alunos.

Investimento

R$ 1.300,00 (Com Bolsa), pode ser dividido em 3x no cartão
Bolsa de R$ 200,00 para Associados do SOEPAR
Como ser Associado SOEPAR: Para se associar, deverá pagar uma taxa anual de R$ 150,00 e estar em dia com o recolhimento da Contribuição Sindical.
Como ficar em dia com a Contribuição Sindical. Clique aqui e se informe.
Sem bolsa: R$ 1.500,00, pode ser dividido em 3x no cartão

Documentos para a Matrícula

RG (não pode ser CNH); CPF; CRO; Comprovante de residência; Certidão de Nascimento ou Casamento; Diploma; 1x Foto 3x4.



Inscrição no Curso